Para que servem os rins ?
Os rins são dois órgãos existentes na parte de trás do abdômen que regulam a pressão, filtram o sangue, eliminam as toxinas, os excessos de medicamentos e outras substâncias ingeridas, também controlam a quantidade de sal e água no corpo e produzem hormônios importantes para evitar a anemia e as doenças ósseas. Caso não funcionem corretamente, as impurezas se acumulam e a pessoa fica intoxicada pela uréia, que é uma substância tóxica ao organismo.
Por isso, esses órgãos precisam estar sempre em perfeito funcionamento.

Quais doenças podem atingir os rins?
As principais doenças que podem atingir os rins são:
• Nefrites: que é a infecção do rim.
• Pielonefrite: é comum em pessoas que tem muita infecção urinária.
• Litíase: pedra ou cálculo no rim
• Diabetes: muito açúcar no sangue
• Pressão alta
• Rins policísticos: cistos renais
• Doenças hereditárias.

As doenças renais têm cura?
Podem ter ou não. Em algumas pessoas, a doença pode evoluir mal, comprometendo totalmente os rins que deixam de funcionar, o que se chama insuficiência renal crônica. No caso dos rins não funcionarem mais, as pessoas tem que fazer diálise ou transplante renal para continuarem vivas. Assim, é importante que a doença dos rins sejam diagnosticadas e tratadas no início para não ser necessária diálise ou transplante no futuro.

Quem pode tratar as doenças renais?
O clínico geral ou nefrologista (que é o médico clínico especialista em rim) podem ajudar a tratar e prevenir as doenças renais.

Esclarecimentos sobre a prevenção da insuficiência renal

O diagnóstico tardio e o não tratamento de certas doenças podem levar à insuficiência renal, à perda de um ou dois rins, necessidade de transplante, dependência de hemodiálises e até à morte. Conheça um pouco mais sobre essas doenças:

Nefrite: ataca crianças e adultos após uma dor de garganta ou infecção de pele. Aproximadamente de 15 a 30 dias após esses sintomas, ocorre inchaço no corpo, aumento de pressão e escurecimento da urina, conseqüência da hematúria (presença de sangue na urina) causada pela inflamação dos filtros renais. Quando detectada a tempo, através de exame de urina, a nefrite pode ser curada rapidamente.

Pielonefrite: é comum em quem tem muita infecção urinária, com maior incidência nas mulheres, devido à condição anatómica de períneo. Geralmente ataca a bexiga, podendo evoluir a ponto de tornar-se complicações renais. Para detectar essa doença, é necessária a investigação por meio de raio X ou ultra-som.

Diabetes: causada pela grande quantidade de glicose no sangue que, após 10 anos, gera deterioração da função renal. Seu tratamento é feito à base de remédios hipoglicemiantes e insulina em doses diárias e também com dieta elaborada por um nutricionista.

Pressão Alta: em longa duração, pode ocasionar derrame cerebral, aumento do tamanho do coração, insuficiência cardíaca e renal. A pressão alta pode ser controlada com dieta composta de alimentos com pouco sal e ingestão de remédios que a diminuam. É necessário medir a pressão a cada 3 meses.

Litíase Renal (pedras nos rins): pode levar a insuficiência renal crônica, principalmente se bilaterais e de repetição. O tratamento adequado e prevenção evitam a progressão da doença renal. Quem tem pedras nos rins, além de tratar, deve investigar a causa da sua formação.

Doenças Hereditárias: alterações nos rins podem ocorrer antes do nascimento e levar à insuficiência renal. Algumas doenças hereditárias podem aparecer após 20 ou 30 anos como por exemplo, o rim policístico.



Procure um médico se você apresentar sintomas como:

• inchaço no rosto, nas pernas ou no corpo todo;

• sangue na urina, indício de infecções urinárias com repetição, como dor, ardor ou dificuldade para urinar, urina malcheirosa e turva, aumento da freqüência das micções;

• palidez na pele;

• fraqueza.

Ou, se entre seus familiares houver alguém que tenha:

• pressão alta;

• diabetes;

• insuficiência renal ou qualquer outra doença nos rins.
Realizando um exame preventivo, você pode iniciar um tratamento antes que o problema torne-se grave ou até irreversível.

Dez sinais de doença nos rins e vias urinárias

- Pressão Alta 
- Diabetes 
- Dificuldade de urinar 
- Queimação ou dor quando urina 
- Urinar muitas vezes, principalmente à noite 
- Urina com aspecto sanguinolento
- Urina com muita espuma
- Inchaço ao redor dos olhos e nas pernas 
- Dor lombar, que não piora com movimentos 
- História de pedras nos rins

Como avaliar sua função renal

Os nefrologistas sugerem a todos os médicos que peçam exame de CREATININA no SANGUE e EXAME de URINA para hipertensos e diabéticos e em caso de “check up”.

 

 





 

APREV - www.aprev.org.br - Todos os Direitos Reservados - Tel.: (12) 99111-0791 (Claro)
Powered by Interativa - www.grupointerativa.com.br - Tel.:(12) 3633.8202